MENU

FECOMRCIO e SINCOFARMA - A falta de recursos para comprar medicamentos

A cada dez idosos, seis não compram medicamentos por falta de renda.

Um indicador significativo do varejo farmacêutico é que a falta de dinheiro já fez com que 59% dos idosos não comprassem medicamentos no Brasil. A pesquisa foi realizada pelo IFEPEC Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa, atrelado à Febrafar.

Foram mais de 2.200 consumidores com mais de 50 anos e 300 cuidadores de idosos, ouvidos por entrevistas online ou por telefone. O valor dos medicamentos foi indicado por 91% dos entrevistados como o fator definitivo para a compra em uma farmácia. Já a localização foi informado como empecilho por 64% dos questionados.

Dentro da pesquisa, também foi mostrado que 67% desse público paga pelos próprios medicamentos. Já 29% os adquirem no Farmácia Popular, SUS ou postos de saúde. E 4% são pagos por familiares.

Outros apontamentos

Ainda dentro da comercialização, 66% compram medicamentos genéricos, 29% de marca e 27% não-medicamentos.

Observa-se também que apenas 17% dos idosos utilizaram algum serviço farmacêutico nos 90 dias antecedentes à análise.

No âmbito do isolamento social, 91% dos consumidores ainda fazem as compras de forma presencial. Pelo whatsapp, são 16% dos clientes, enquanto empatam por telefone e site, 4% cada um.

Fonte: Fecomércio e Sincofarma

Compartilhe
Whatsapp